18 de dezembro de 2015

58º Grande Prémio do Natal EDP 2015

Na minha calendarização da temporada 2015/2016 não constam provas de 10km, com excepção da São Silvestre de Lisboa que já faz parte da "minha tradição" desportiva como um momento de diversão com amigos e familiares. 

Contudo, na semana passada ofereceram-me uma inscrição para o 58º Grande Prémio do Natal EDP que decorreu no domingo e lá fui eu e mais o meu namorado e aproveitei para ter um novo tempo oficial aos 10km. E o que dizer desta prova? Que percurso mais cínico, Jesus Credo!!!!! Uma pessoa até sabe que tem umas subiditas por causa dos túneis, que do Campo Grande ao Saldanha é uma ligeira subida e que se faz tão bem a conduzir, mas a correr... ?

Contava bater a minha marca pessoal que, até então, era de 54'35" da Corrida do Tejo de 2014. Queria ter feito melhor tempo, mas o facto de termos partido na cauda do pelotão (erro crasso!) não facilitou o objectivo. Mas, é Natal e coiso e tal e o que interessa é que fiz os 10km em 47:00.




Mas lá que fiquei com vontade de fazer uma prova fácil de 10km para ver quanto tempo consigo, fiquei...

6 comentários:

  1. Agora é sempre isto??? RP's por larga margem :):):)... Parabéns!!!

    ResponderEliminar
  2. É Natal ;)

    Parabéns!

    ResponderEliminar
  3. 47' é quase bom... :p

    Mas tens a São Silvestre para conseguir um tempo à homem!

    Eu também vou, o coach disse que é para ir a ritmo não competitivo, mas quero tentar um novo RP nos 10k. Se possivel, na casa dos 40-42'. ;)

    ResponderEliminar
  4. Baixar 7'35'' assim de repente... muito bom!

    Parabéns!

    ResponderEliminar
  5. Ao passar pela net afim de encontrar novos amigos e divulgar o meu blog, me deparei com o seu que muito admiro e lhe dou os parabéns, pois é daqueles blogs que gostaria que fizesse parte de meus amigos virtuais.
    Pois se desejar visite o Peregrino E Servo. Leia alguma coisa e se gostar siga, Saiba porém que sempre vou retribuir seguindo também o seu blog.
    Minhas cordiais saudações, e um obrigado.
    António Batalha.
    Peregrino E Servo.

    ResponderEliminar